faça nos uma visita !

Geografia, Economia

GEOGRAFIA

Sandolândia é uma cidade do Estado do Tocantins. As pessoas que nascem em Sandolândia, se chamam sandolandenses (Gentílico).
O município tem uma Área de 3 528,6 km² e conta com um população de 3 326 habitantes de acordo com o último censo de 2010.

A densidade demográfica é de 0,9 habitantes por km² no território do município.
Situado a 248 metros de altitude, de Sandolândia tem as seguintes coordenadas geográficas: Latitude: 12° 31' 37'' Sul, Longitude: 49° 56' 7'' Oeste.

 

FRONTEIRAS

O Município de Sandolândia faz divisa com os municípios de Araguaçu-TO, São Miguel do Araguaia-GO, Formoso do Araguaia-GO e Figueirópolis-GO.

O Município tem em sua extensão o Portal da Ilha do Bananal a maior ilha fluvial do mundo, a qual possui os Rios Javaé ( conhecido com braço menor do Araguaia) e Rio Verde.

 

ECONOMIA

lista de relevantes dados econômicos sobre o município de Sandolândia tais como o Produto Interno Bruto e o Valor Adicionado Bruto da agropecuária e da indústria do município.

Valor Adicionado Bruto, a preços correntes, da Agropecuária R$ 21 130 282
Valor Adicionado Bruto, a preços correntes, da Indústria R$ 2 425 564
Valor Adicionado Bruto, a preços correntes, dos Serviços R$ 14 068 561
Valor Adicionado Bruto, a preços correntes, da Administração, saúde e educação públicas e seguridade social R$ 8 663 580
Impostos, líquidos de subsídios, sobre produtos, a preços correntes R$ 975 948
Produto Interno Bruto a preços correntes R$ 38 600 355

 

LAZER E TURISMO 

Com área de cerca de 25 mil km², a Ilha do Bananal é considerada a maior ilha fluvial do mundo, localizada no Tocantins entre dois grandes rios, que são o Javaés e o Araguaia, nas divisas com  Goiás e mato Grosso, na planície do Cantão,  e integra o município de Sandolândia sendo previlegiado em ser o Portal da Ilha do Bananal com o encontro do Rio Javaé com o Rio Verde.

A ilha é uma parte parque nacional e outra parque indígena,  uma das mais importantes áreas de conservação do Brasil, classificada pela  organização das Nações Unidas para e Educação (Unesco) como reserva da biosfera e é onde estão localizadas as aldeias indígenas das etnias Javaés e Karajá, sendo que estes produzem entre outros tipos de artesanato, as bonecas Rtxòkò, certificadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio cultural do Brasil.

A fauna e a flora intocadas lembram o pantanal mato-grossense, e na maior parte do ano, grande parte da ilha fica inundada. Para se entrar na ilha é necessário autorização dos órgãos federais Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), que mantém um escritório em Pium, ou da Fundação Nacional do Índio (Funai), cuja sede está localizada em Palmas.

Um dos grandes atrativos para turistas de todo Brasil é a emoção da pesca esportiva, podendo-se fisgar grandes exemplares de piraras, pirarucus, surubins e caranhas, entre outros.

Unidades de preservação

A ilha do Bananal está dividida em duas áreas de reserva ambiental: ao sul, o Parque Indígena do Araguaia, criado principalmente para proteção dos índios da região, abrange um grande número de aldeias indígenas, principalmente da etnia Karajá e é administrado pela FUNAI. Ao norte, o Parque Nacional do Araguaia abrangia antigamente toda a área da Ilha do Bananal, porém sua área foi reduzida e hoje é administrada pelo ICMBIO.

Venha fazer uma visita a nossa Praia ! Todos os anos no mês de Julho, temos diversas atrações esportivas, culturais, shows e muitas outras.